Com todas as medidas de segurança e restrições impostas no acesso ao seu interior, o Circuito do Estoril tornou-se neste fim‑de‑semana, no primeiro traçado europeu a receber uma competição de desporto motorizado na Europa, na sequência do gradual desconfinamento de Portugal da pandemia do Covid-19.

Esta “première” foi abrilhantada pela presença do nosso representante máximo no MotoGP (Miguel Oliveira, piloto da Red Bull KTM Tech3) que, para gáudio de todos, não deixou passar a oportunidade de vir treinar tendo em vista o ansiado (re)início do mundial previsto para Julho próximo.

Felizmente a meteorologia esteve de feição, tendo proporcionado um fim-de-semana perfeito para a modalidade o que veio ajudar na estreia do Troféu TUONOCUP que, com as suas potentes Aprilia 1100V4RR, se juntam às Z900 da ZCUP, no agora criado Troféu de Naked Bikes (TNB).

Treinos Oficiais – sexta-feira, dia 5

Os treinos que a FMP proporcionou vieram “mesmo a calhar”, pois com o confinamento não houve tempo para afinar as Tuono, para não falar da falta de rodagem em pista que todos ansiavam recuperar.

As largas sessões em pista, serviram para perceber que o confinamento não é amigo da performance física, mas vieram mesmo a calhar para recuperar (parte) do tempo perdido e perceber que era preciso “alongar” a moto. Pois é, incrivelmente ela corta a meio da recta do Estoril com a transmissão de origem. O promotor, prevenido alterou, testou e aprovou outra relação de transmissão tendo entregue a todos os participantes a nova relação sem custo acrescido em linha com o espírito da igualdade que norteia o troféu.

Foi também uma excelente oportunidade para os rookies (na Velocidade Moto), 2 de entre os 7 da Tuonocup, conhecerem o ambiente de corridas e irem evoluindo em todas as frentes.  A evolução destes foi surpreendente e ainda bem, mas já lá vamos.

Uma antiga lesão de Luis Soares (#53) não resistiu ao esforço destes treinos, tendo-o obrigado a desistir das corridas do fim-de-semana. O paddock da Tuonocup deseja uma rápida e pronta melhora a este veterano piloto!

TNB Corrida 1 – Sábado dia 6

Nesta estreia da TUONOCUP, estiveram seis dos sete pilotos inscritos, tendo o detentor da pole-position, Paulo Vicente (#62) vencido a primeira das duas corridas realizadas na estreia absoluta deste Troféu! Venceu também à geral, tendo Duarte Amaral (#10) ficado em segundo do Troféu e da categoria TNB. De realçar que foi Amaral quem fez o holeshot e liderou a prova na 1ª volta!  Muito bom!!

O último lugar do pódio foi para Anselmo Vilardebó (#12) que fez 5º do TNB depois de superar Pável Bohdanov (#7). Anselmo foi o herói do dia, pois consegue subir ao pódio da TUONOCUP apesar de ainda convalescente de uma complicada operação. São assim os “bravos”!!

Atrás de Anselmo, ficaram Pável Bohdanov (#7) e Hélder Monteiro (#50), este a ter uma fantástica estreia no troféu, seguido de Jorge Figueiredo (#69), outro rookie na Tuonocup!

Nota: devido à pequena adesão à classe TLC, a FMP decidiu excepcionalmente, juntar esses poucos participantes ao TNB, passando aqueles a ter de cumprir com as regras deste, nomeadamente, com o específico procedimento de partida e o limite máximo de qualificação (120% do tempo da pole).

TNB Corrida 2 – Domingo

Na segunda corrida de sempre da TUONOCUP, Miguel Vilares, agora na moto #62, foi o claro vencedor, tendo vencido também à geral. Nesta sua participação, conseguiu inclusive registar o melhor tempo de sempre de uma Tuono 1100V4RR no Estoril: 1:49,431. A fasquia do segundo 50 “já foi” e logo na estreia!!

Amaral repete o 2º lugar depois de superar Bohdanov na 1ª volta. Consegue também melhorar o seu melhor tempo em mais de ½ segundo. Parabéns!! O 3º lugar do troféu ficou desta vez para Bohdanov que, cada vez mais adaptado à moto, melhora o seu melhor tempo em quase 3 segundos!! Muito bom!!

No 4º lugar, ficou Monteiro depois de superar umas endiabradas Zs e Vilardebó. Este fechou a classificação geral, depois de ter deixado a sua moto ir abaixo na partida. Mas não baixou os braços e aproveitou para fazer kms a rodar em bom ritmo! É o Anselmo que todos conhecemos!!  Figueiredo não termina a corrida infelizmente ao ser afectado por um forte arm-pump. Nada que não se resolva até à próxima corrida!!

Depois deste arranque de época, Vilares lidera o TNB, empatado em pontos com Vicente, seguidos por Amaral a somente 1 ponto e líder da TUONOCUP. Em 4º da TNB, temos Franco, o líder da ZCUP.

De realçar a performance dos rookies Hélder Monteiro (#50) e Jorge Figueiredo (#69) que descobriram o mundo da Velocidade moto pela primeira vez, tendo evoluído ao longo de todos os 3 dias e trazendo uma nova “vibe” que muito vai animar o troféu nesta época. Destaque para a unânime opinião de ter sido um fantástico fim-de-semana a fazer o que mais se gosta no sítio certo!! Algo que os restantes “habitués” corroboraram!!

Foi um fim de semana de corridas com muitas estreias e histórias que se irão somar às que os próximos 5 fins-de-semana e 10 corridas irão proporcionar nesta época, até Outubro (ver Calendário Tuonocup).

Depois do Estoril, o TNB com a TUONOCUP, rumam ao Autódromo Internacional do Algarve no próximo dia 19 de Junho onde, tal como desta vez, irá ser adicionada a sexta-feira de Treinos Oficiais. Até lá revejam as histórias e vídeos publicados nos media, nas apps líderes das redes sociais e no website da TUONOCUP.

Galeria de fotos por Victor Schwantz Barros e Hellofoto